Conecte-se conosco

Esportes

Vencedores inéditos no Erechim Rally Brasil

Publicado em

em

Vencedores inéditos na edição dos 25 anos do Erechim Rally Brasil. Fabricio Zaldivar e Marcelo der Ohannesian (Hyundai i20 Rally 2 / MZR Racing) confirmaram nas quatro especiais do domingo um domínio iniciado já na Super Prime da sexta-feira, que abriu a programação da prova. O piloto paraguaio e o navegador argentino conseguiram se livrar dos problemas que atrapalharam seus principais concorrentes.

“Fau” Zaldivar começou o dia 22 segundos à frente de Augusto Bestard / Leonardo Suaya (VW Polo GTI R5 / GRT). O campeão de 2022 conseguiu descontar cinco segundos da desvantagem na SS9 (Pro Tune 1), mas em seguida, na SS10 (Astrus Digital 1), sofreu com um furo de pneu, escapou da estrada e perdeu 53 segundos para os líderes. A essa altura, Gustavo Saba e Fernando Mussano (VW Polo GTI R5 / Saba Competición) passaram à segunda posição, mas viram o lugar no pódio escapar no último estágio (SS12 – Astrus Digital 2), com a quebra da suspensão, que os fez deixar a prova muito próximo de seu fim.

Bestard recuperou então o segundo lugar, fechando o Erechim Rally Brasil a 1min15 de Zaldivar/Der Ohannesian. Terceiro lugar para Agustín Alonso / Edgardo Galindo (VW Polo GTI R5 / Copetrol) – o pódio foi dominado pelas duplas da categoria Codasur, para as máquinas mais potentes (R5 e Rally 2).

“Maravilhoso, é um rally que eu acompanhava desde quando meu pai competia. Muito contente pela primeira vitória, foi uma prova bastante difícil, mas ao mesmo tempo incrível. Sabíamos que tínhamos uma boa vantagem para o domingo e procuramos ser um pouco mais cauteloso e não errar. Fizemos um ótimo trabalho e agora é seguir assim”, resumiu Zaldivar, piloto apoiado pela Hyundai no Mundial de Rally (categoria WRC2)

Ulysses Bertholdo e Marcelo Dalmut (Mitsubishi Lancer Evo X / UB Rally) foram os melhores na Codasur 2, confirmando a liderança da categoria no campeonato. Festa verde e amarela também na Codasur 4 (carros 4×2), com Luís Stédile / KZ Morales, e de André Alegretti, ao lado do boliviano Victor Alanoca, na Codasur 3.. Na Copa Proto, triunfo dos bolivianos Nataniel Bruun e Claudio Bustos (Kia Rio Proto / Bruun Racing). A competição reúne modelos com carrocerias hatch e base mecânica de carros 4×4 mais antigos. Já Gunter Hinkelmann e Enio Bozzano (Polaris RZR Pro R / MSL Racing) conquistaram o primeiro lugar na Copa UTV.

No Brasileiro, os erechinenses Milton Pagliosa e Vinícius Anziliero (Mitsubishi Lancer Evo X / EMA Racing) venceram na geral e na Rally 2 (4×4) – foram os melhores representantes do país na classificação geral, com o quarto lugar. Superaram Bertholdo/Dalmut e Stédile / Morales, melhores na Rally 4. José Barros Neto e Gabriel Moraes (VW Up! TSI / Artesani) levaram entre os carros da Rally 5 (4×2 com preparação limitada).

Brasileiro e Gaúcho
O último dia do Erechim Rally Brasil  também valeu como quarta etapa do Gaúcho. Vitórias de Pagliosa / Anziliero (Rally 2); Elton Palkewich / Cássio Navarini (Rally 5); Fernando Solimann / Felipe Costa (Rally 4) e Sidinei Lírio / Olmiro Toniazzo (Rally 3 RS).

Uma atração à parte no fim de semana foi a presença do português Bernardo Sousa (campeão de seu país em 2010 e quarto do mundo na categoria S2000 do Mundial). Ele comandou o carro 0, último a passar pelas especiais antes da largada e destacou a experiência. “Adorei e espero voltar muitas vezes. O rally é espetacular; as especiais muito divertidas e a atmosfera incrível”.

-JORNAL BOA VISTA

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

CUCA É O NOVO TRINADOR DO ATHLETICO-PR

Publicado em

em

Por

Cuca é o novo treinador do Athletico-PR para a temporada de 2024. O clube publicou nesta segunda-feira (4) o anuncio oficial. O treinador estava sem clube desde abril de 2024, quando decidiu deixar o Corinthians após classificação às oitavas de final da Copa do Brasil. A contratação havia gerado polêmica entre torcedores.

O novo técnico chega para substituir o cargo deixado por Juan Cargo Osório, que foi demitido neste domingo (3), após dois meses no cargo. O colombiano fez 12 partidas pelo Furacão, teve sete vitórias, quatro empates e apenas uma derrota. A comissão técnica de Cuca também estará na nova equipe.

“Cuca é o nosso novo técnico para a sequência da temporada 2024. O treinador inicia os trabalhos no CAT Caju nesta terça-feira (4), data de reapresentação do elenco rubro-negro. Os auxiliares técnicos Cuquinha e Daniel Cerqueira também vão compor a nova comissão técnica athleticana, ao lado dos profissionais que fazem parte do staff permanente”, informou o comunicado do Athletico-PR.

Cuca ficou apenas dois jogos na última passagem pelo Corinthians. A condenação por estupro, ocorrida na Suíça durante excursão do Grêmio à Europa em 1987, pesou entre parte da torcida e gerou até conflitos com o time feminino.

Cuca anunciou a decisão de deixar o Timão em entrevista coletiva após se classificar às oitavas de final da Copa do Brasil nos pênaltis contra o Remo. Ele disse que pesou o pedido da família, que vinha sofrendo, segundo o treinador, ameaças nas redes sociais.

“Chega um momento que você pesa o que vale e o que não vale. Nesse momento, quero fazer valer minha família, Não esperava essa avalanche, são coisas que aconteceram há muito tempo. Fui julgado e punido pela internet”, afirmou

À época, jogadoras do time feminino também se manifestaram e publicaram, em tom de protesto, que “respeita [sic] as minas”, frase bastante utilizada por movimentos femininos e até mesmo pelo Corinthians, “não é uma frase qualquer”.

Condenação de estupro anulada

O Tribunal Regional do distrito de Berna-Mittelland, na Suíça, decidiu anular a sentença que condenava Cuca por estupro de uma menor de idade, episódio ocorrido no país durante excursão do Grêmio à Europa em 1987.

A juíza Bettina Bochsler acatou argumentação da defesa do treinador de que Cuca foi condenado à época sem representação legal. Por isso, no entendimento de seus advogados, teria direito a um novo julgamento.

Segundo as autoridades suíças, porém, isso não seria possível pois o crime já estava prescrito. O Ministério Público, então, sugeriu a anulação da pena e o fim do processo. O desfecho do caso foi revelado pela Folha de S. Paulo e confirmado pela CNN Brasil.

Indenização de R$ 55 mil

O encerramento do processo não significa que Cuca tenha sido inocentado, mas sim que o caso foi concluído por ausência de representação legal. Por irregularidade no julgamento, a juíza Bettina Boschler determinou uma indenização do Estado suíço a Cuca no valor de 9.500 francos, o equivalente a R$ 55 mil.

O caso ganhou grande repercussão midiática no ano passado, quando o técnico foi contratado pelo Corinthians. Imediatamente após o anúncio, em abril, houve um forte movimento de protesto à contratação do treinador por parte de torcedores corintianos.

CNN BRASIL

Continue lendo

Esportes

FLUMINENSE SE TORNA RECORDISTA EM TÍTULOS NO MARACANÃ

Publicado em

em

Por

O Fluminense se tornou o maior campeão internacional da história do Maracanã entre clubes do Brasil. Com a heroica vitória desta quinta-feira sobre a LDU-EQU, por 2 a 0, o Tricolor chegou a três conquistas.

Ao vencer a Copa Libertadores do ano passado, o Fluminense tinha empatado com o Palmeiras, justamente com as mesmas conquistas. Ambos os times tinham levantado no Maior do Mundo uma Copa Rio e uma Copa Libertadores.

Porém, o Fluminense chegou à sua terceira conquista internacional ao lado da torcida e deixou o time paulista para trás. Vale lembrar que a LDU, vice-campeã, também soma duas conquistas no estádio.

Ou seja, se o time do Equador batesse pela terceira vez o Fluminense dentro do Maracanã, se isolaria nesta liderança como o time com mais conquistas internacional no Maracanã

Além de Fluminense e Palmeiras, Flamengo, Botafogo, Vasco, Santos e Corinthians, do Brasil, já conquistaram títulos de expressão internacional no estádio.

Veja a lista dos brasileiros com mais títulos internacionais no Maracanã:

Fluminense — 3 títulos (Recopa, Libertadores, Copa Rio);

Palmeiras — 2 (Libertadores, Copa Rio);

Flamengo — 1 (Recopa);

Corinthians — 1 (Mundial);

Santos — 1 (Mundial);

Vasco — 1 (Taça Rivadávia Correia Meyer);

Botafogo — 1 (Conmebol).

CNN BRASIL

Continue lendo

Esportes

CRISTIANO RONALDO É INVESTIGADO POR GESTO OBSCENO, DIZ EMPRESA SAUDITA

Publicado em

em

Por

Cristiano Ronaldo está no centro das atenções por um gesto obsceno que fez aos torcedores após a vitória do Al-Nassr por 3 a 2 sobre o Al-Shabab, na Saudi Pro League, no último domingo (25).

Nas imagens da partida, é possível ouvir torcedores provocando Ronaldo cantando o nome de Lionel Messi, rival de longa data do atacante de 39 anos. Ronaldo então coloca uma mão no ouvido e depois faz um gesto com as duas mãos em direção às partes íntimas.

O gesto está agora sendo investigado pela Federação Saudita de Futebol (SAFF), de acordo com o meio de comunicação saudita Asharq Al Awsat, que citou fontes não identificadas. A CNN contactou os representantes de Ronaldo, a SAFF, o Al-Nassr e o Al-Shabab para mais comentários.

No jogo de domingo entre os dois rivais de Riad, Ronaldo abriu o placar de pênalti para o Al-Nassr — seu 22º gol em 20 jogos no campeonato nesta temporada — antes do pênalti de Yannick Carrasco deixar tudo igual logo antes do intervalo.

O Al-Nassr recuperou a vantagem com um minuto do segundo tempo através de um remate de Anderson Talisca, mas o Al-Shabab voltou a responder, desta vez com um gol de Carlos Júnior para fazer o 2 a 2. No entanto, o Al-Nassr alcançou a vitória com outro gol de Talisca, que fechou o triunfo em 3 a 2.

A equipe de Cristiano Ronaldo está agora sete pontos atrás do líder Al-Hilal na Saudi Pro League, embora o gesto do português para os torcedores tenha dominado grande parte dos comentários pós-jogo.

O comitê disciplinar [SAFF] está enfrentando o maior teste”, escreveu o proeminente jornalista saudita Waleed Al-Farraj no X, anteriormente conhecido como Twitter. “Vamos ver. Tudo tem seus limites, não importa o tamanho da estrela que você é. É assim que são as principais ligas.”

Segundo Asharq Al Awsat, o craque português poderá enfrentar uma suspensão de dois jogos e multa pelo gesto.

Ronaldo está em sua segunda temporada na Arábia Saudita. Ele marcou 14 gols em 16 jogos no campeonato no ano passado e é o artilheiro da liga na atual campanha.

“Apesar das mudanças na sociedade ao longo dos anos, é evidente que a Arábia Saudita é um país conservador”, escreveu o jornalista John Duerden no jornal britânico The Guardian.

“Este incidente pode ser visto como uma oportunidade para mostrar até mesmo às maiores estrelas do futebol que não estão isentas de seguir normas e práticas culturais.”

CNN BRASIL

Continue lendo