Conecte-se conosco

Geral

Lula sanciona lei que autoriza ozonioterapia, alvo de polêmica durante a pandemia

Publicado em

em

O presidente Lula (PT) sancionou a lei que autoriza a terapia com ozônio em todo o território nacional. O texto foi publicado na edição do Diário Oficial da União desta segunda-feira (7).

A chamada “ozonioterapia” foi alvo de polêmicas durante a pandemia de Covid-19. Isso porque a técnica chegou a ser recomendada pelo prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni (MDB), mesmo ser tem eficácia comprovada contra o coronavírus.

Este tipo de terapia consiste na aplicação de oxigênio e ozônio diretamente na pele ou no sague do paciente, na tentativa de conter infecções ou aumentar a oxigenação do tecido.

Pela lei, a ozonioterapia fica autorizada como procedimento de caráter complementar, nas seguintes condições:

  • sendo realizada por profissional de saúde com nível superior e inscrito no conselho de fiscalização;
  • sendo aplicada por equipamento de produção de ozônio medicinal regularizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A lei determina ainda que o paciente seja informado do caráter complementar do tratamento.

Polêmicas

O Senado aprovou a lei que autoriza a ozonioterapia em julho. Cinco dias após a aprovação, a Academia Nacional de Medicina (ANM) divulgou uma carta aberta ao presidente Lula pedindo veto ao projeto.

A ANM afirmou que não tinha conhecimento de trabalhos científicos que comprovassem a eficácia da terapia com ozônio em nenhuma circunstância. O órgão alertou ainda que a prática poderia trazer riscos à saúde.

No ano passado, a Anvisa também divulgou uma nota técnica com os riscos da utilização indevida do procedimento. À época, a agência autorizava a terapia para tratamentos odontológicos e com fins estéticos.

Clínicas de estética têm realizado a ozonioterapia com a promessa de resultados para retardar o envelhecimento. No entanto, não há comprovações científicas sobre isso.

-g1

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

SC: HOMEM É MORTO DIANTE DE CHECHE; MULHER E CRIANÇA FICARAM FERIDOS

Publicado em

em

Por

Um homem foi morto na frente de uma creche em Indaial (SC) na manhã de hoje. Uma mulher e uma criança ficaram feridas.

O que aconteceu
A vítima foi executada com 16 tiros após deixar a filha na Unidade de Ensino Infantil Hilário Buzzarello. A esposa dele também estava na cena do crime, mas não foi atingida, informou a Prefeitura de Indaial.

Uma mãe e uma criança que passavam pelo local ficaram feridas no momento do atentado. A mulher foi baleada na perna e a criança foi atingida de raspão por estilhaços. Eles foram socorridos para um hospital municipal e não correm risco de morte.

Câmeras de segurança gravaram o momento da execução. Nas imagens, é possível ver que um carro para na frente do veículo da vítima. Dois homens descem e disparam contra o homem.

O crime teria sido motivado por um acerto de contas de uma gangue de tráfico, segundo a prefeitura de Indaial. O UOL buscou a Polícia Civil para saber se a linha de investigação é seguida, mas não recebeu retorno sobre o assunto até o momento.

As aulas foram mantidas na creche. Uma equipe de psicólogos foi disponibilizada para aqueles que desejaram atendimento.

UOL

Continue lendo

Esportes

CUCA É O NOVO TRINADOR DO ATHLETICO-PR

Publicado em

em

Por

Cuca é o novo treinador do Athletico-PR para a temporada de 2024. O clube publicou nesta segunda-feira (4) o anuncio oficial. O treinador estava sem clube desde abril de 2024, quando decidiu deixar o Corinthians após classificação às oitavas de final da Copa do Brasil. A contratação havia gerado polêmica entre torcedores.

O novo técnico chega para substituir o cargo deixado por Juan Cargo Osório, que foi demitido neste domingo (3), após dois meses no cargo. O colombiano fez 12 partidas pelo Furacão, teve sete vitórias, quatro empates e apenas uma derrota. A comissão técnica de Cuca também estará na nova equipe.

“Cuca é o nosso novo técnico para a sequência da temporada 2024. O treinador inicia os trabalhos no CAT Caju nesta terça-feira (4), data de reapresentação do elenco rubro-negro. Os auxiliares técnicos Cuquinha e Daniel Cerqueira também vão compor a nova comissão técnica athleticana, ao lado dos profissionais que fazem parte do staff permanente”, informou o comunicado do Athletico-PR.

Cuca ficou apenas dois jogos na última passagem pelo Corinthians. A condenação por estupro, ocorrida na Suíça durante excursão do Grêmio à Europa em 1987, pesou entre parte da torcida e gerou até conflitos com o time feminino.

Cuca anunciou a decisão de deixar o Timão em entrevista coletiva após se classificar às oitavas de final da Copa do Brasil nos pênaltis contra o Remo. Ele disse que pesou o pedido da família, que vinha sofrendo, segundo o treinador, ameaças nas redes sociais.

“Chega um momento que você pesa o que vale e o que não vale. Nesse momento, quero fazer valer minha família, Não esperava essa avalanche, são coisas que aconteceram há muito tempo. Fui julgado e punido pela internet”, afirmou

À época, jogadoras do time feminino também se manifestaram e publicaram, em tom de protesto, que “respeita [sic] as minas”, frase bastante utilizada por movimentos femininos e até mesmo pelo Corinthians, “não é uma frase qualquer”.

Condenação de estupro anulada

O Tribunal Regional do distrito de Berna-Mittelland, na Suíça, decidiu anular a sentença que condenava Cuca por estupro de uma menor de idade, episódio ocorrido no país durante excursão do Grêmio à Europa em 1987.

A juíza Bettina Bochsler acatou argumentação da defesa do treinador de que Cuca foi condenado à época sem representação legal. Por isso, no entendimento de seus advogados, teria direito a um novo julgamento.

Segundo as autoridades suíças, porém, isso não seria possível pois o crime já estava prescrito. O Ministério Público, então, sugeriu a anulação da pena e o fim do processo. O desfecho do caso foi revelado pela Folha de S. Paulo e confirmado pela CNN Brasil.

Indenização de R$ 55 mil

O encerramento do processo não significa que Cuca tenha sido inocentado, mas sim que o caso foi concluído por ausência de representação legal. Por irregularidade no julgamento, a juíza Bettina Boschler determinou uma indenização do Estado suíço a Cuca no valor de 9.500 francos, o equivalente a R$ 55 mil.

O caso ganhou grande repercussão midiática no ano passado, quando o técnico foi contratado pelo Corinthians. Imediatamente após o anúncio, em abril, houve um forte movimento de protesto à contratação do treinador por parte de torcedores corintianos.

CNN BRASIL

Continue lendo

Geral

NEGO DO BOREL EMPURRA FILHO DE OTÁVIO MESQUITA AO VIVO NO SBT

Publicado em

em

Por

O clima esquentou durante o Passa ou Repassa do Domingo Legal, do SBT, neste domingo (3). O cantor Nego do Borel e o influenciador de calistenia e publicitário Luiz Otávio Mesquita, filho do apresentador Otávio Mesquita, entraram numa discussão em frente às câmeras que acabou em empurrão no palco.

Tudo começou quando o apresentador do programa, Celso Portiolli, trouxe à tona o recente episódio em que Nego do Borel e MC Gui se enfrentaram em uma luta de boxe. Participando do programa em times diferentes, Luiz usou o fato de MC Gui ter vencido a partida para provocar Nego do Borel.

O funqueiro não gostou e reagiu, partindo para cima do publicitário, que não se intimidou. Os dois se encararam por alguns segundos, até que Nego do Borel empurrou Luiz.

Logo em seguida, outros participantes e o próprio Portiolli separam a dupla, mas Luiz seguiu falando.

– Covarde. Só sabe empurrar – disse o influenciador.

Conduzindo Nego do Borel para o outro lado do palco, Portiolli emendou rindo:

– Você veio para brincar – disse o apresentador tentando conter o ânimos.

PLENO.NEWS

Continue lendo