Conecte-se conosco

Geral

ANVISA RESTRINGE REGRAS PARA PRESCRIÇÃO E VENDA DO ZOLPIDEM

Publicado em

em

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou, na quarta-feira (15), um aumento do controle para o medicamento Zolpidem, para o tratamento da insônia. Com a mudança, qualquer medicamento contendo a substância deverá ser prescrito por meio de Notificação de Receita B (azul), já que o produto faz parte da lista de substâncias psicotrópicas da norma de substâncias controladas no Brasil.

Esse tipo de receita exige que o profissional que prescreve o remédio seja previamente cadastrado na autoridade local da vigilância sanitária. Segundo a Anvisa, a decisão foi tomada a partir do aumento de relatos de uso irregular e abusivo do Zolpidem.

“A análise conduzida pela Anvisa demonstrou um crescimento no consumo dessa substância e a constatação do aumento nas ocorrências de eventos adversos relacionados ao seu uso. Foi possível ainda identificar que não há dados científicos que demonstrem que concentrações de até 10 mg do medicamento mereçam um critério regulatório diferenciado”, diz comunicado divulgado pela agência.

O que muda com as novas regras?

O Zolpidem já estava enquadrado na lista B1 (psicotrópicos), que é mais restrita, porém, segundo a Anvisa, o adendo 4 dessa mesma lista flexibilizada a restrição e previa que medicamentos com até 10 mg de Zolpidem por unidade posológica seriam equivalentes aos medicamentos da “Lista C1 – Lista de Substâncias Sujeitas a Controle Especial”.

Essa categoria permite que a prescrição seja feita em receita branca de duas vias e não há exigência de que o profissional que prescreve seja previamente cadastrado pela autoridade sanitária local.

Com a exclusão do Adendo 4 da Lista B1 da Portaria 344/1998, a partir do dia 1º de agosto deste ano, a Notificação de Receita B (azul) passa a ser obrigatória para a prescrição e a dispensação de todos os medicamentos à base de Zolpidem, independentemente da concentração da substância.

O prazo foi definido para evitar que os pacientes tenham alguma descontinuidade no tratamento. Com isso, até o dia 1º de agosto, essas pessoas poderão continuar adquirindo o medicamento com a receita anterior até obterem a prescrição adequada.

Além disso, a agência diz que esse é o tempo necessário para que os profissionais que ainda não estão cadastrados para a prescrição em Notificação de Receita Azul possam se cadastrar junto às autoridades sanitárias locais para o recebimento de numerações para confecção dos seus talonários de receituário.

Os medicamentos, incluindo aqueles com embalagem com tarja vermelha, poderão ser dispensados nas farmácias até o final do seu prazo de validade, mediante a apresentação de Notificação de Receita B, em cor azul.

Em relação às empresas fabricantes dos medicamentos com Zolpidem, a adequação de bula e rotulagem deverá ocorrer nos moldes já estabelecidos nas normas da Anvisa.

Até 1º de dezembro de 2024, os fabricantes desses medicamentos poderão fabricá-los com a embalagem com tarja vermelha.  Após essa data, todos os medicamentos fabricados à base de Zolpidem já deverão conter a tarja preta em sua embalagem, conforme é exigido para os medicamentos da Lista B1 da Portaria SVS/MS 344/1998.

O que é Zolpidem e quais são os riscos do uso irregular

O Zolpidem é um medicamento da família dos hipnóticos, que age no organismo induzindo o sono e deve ser usado apenas por um curto prazo de tempo — de acordo com a Anvisa, seu uso não deve ultrapassar quatro semanas. Por isso, ele é indicado para o tratamento da insônia transitória ou ocasional.

“O tratamento além do período máximo não deve ser estendido sem uma reavaliação da condição do paciente, pois o risco de abuso e dependência aumenta com a dose e a duração do tratamento”, diz a agência.

As vendas do medicamento cresceram no Brasil, principalmente durante e após a pandemia de Covid-19. Em 2018, a Anvisa estima que tenham sido vendidas 13,1 milhões de caixas de Zolpidem no Brasil. Já em 2022, a estimativa disparou para 21,9 milhões de caixas, um aumento de 67% nas vendas.

“Houve um aumento significativo no número de usuários no último ano, e mais significativo no Brasil se comparado com o resto do mundo. A gente pode dizer que o consumo aumentou quase em uma progressão geométrica. [Os médicos] passaram a prescrever devido à falsa sensação de segurança, de que não geraria dependência ou abuso”, diz Dalva Poyares, pesquisadora do Instituto do Sono, em matéria publicada anteriormente na CNN.

De acordo com a pesquisadora, não apenas o acesso ao medicamento aumentou após a onda de prescrições, como também, principalmente, aumentou a “prescrição não monitorada”, facilitando a ocorrência de efeitos colaterais como sonambulismo, apagões de memória, alucinações, entre outros.

*Com informações de Fernanda Pinotti

CNN BRASIL

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

WALL STREET FECHA EM ALTA COM APOSTA DE REDUÇÃO DOS JURUS NO FED

Publicado em

em

Por

Wall Street fechou em alta nesta sexta-feira e os índices S&P 500 e Dow Jones atingiram recordes intradiários, com apostas de que o Federal Reserve reduzirá a taxa de juros em setembro, enquanto grandes bancos caíram após divulgarem resultados mistos.

Algumas das empresas mais valiosas do mercado se recuperaram após terem caído na sessão anterior. A Apple e a Nvidia subiram mais de 1% cada uma.

O S&P 500 e o Dow Jones subiram para recordes históricos antes de desfazerem grande parte desses ganhos no fechamento.

O lucro do segundo trimestre do JPMorgan Chase foi impulsionado pelo aumento das taxas bancárias de investimento. Entretanto, as ações do maior banco do mundo caíram 1,2%.

O Wells Fargo recuou 6% depois que a instituição não atingiu as estimativas para a margem financeira, enquanto o Citigroup cedeu 1,8%, apesar de ter registrado um aumento na receita do segmento de banco de investimento.

O índice de bancos do S&P 500 perdeu 1,5%.

O Dow Jones subiu 0,62%, para 40.000,90 pontos. O S&P 500 avançou 0,55% para 5.615,35 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq ganhou 0,63%, para 18.398,45 pontos,

Na semana, o S&P 500 subiu 0,9%, o Nasdaq avançou 0,2% e o Dow Jones teve alta de 1,6%.

Com os índices de ações sendo negociados próximos a recordes, investidores estão apostando em um forte crescimento dos lucros de empresas além da Nvidia e de outros pesos pesados que se beneficiaram do crescimento explosivo da computação de inteligência artificial.

“O apelo temático da história da IA ainda está muito presente”, disse Zachary Hill, chefe de gerenciamento de portfólio da Horizon Investments. “Só precisamos ver uma inflexão no crescimento dos balanços do restante do mercado, e isso é algo que estaremos observando com bastante atenção nas próximas semanas.”

Operadores estão apostando em uma chance de 94% de um corte nos juros em setembro, acima dos 78% de uma semana atrás, de acordo com o FedWatch da CME.

CNN BRASIL

Continue lendo

Cultura

BORDADOS A MÃO E DIAMANTES: A PRODUÇÃO DA NOIVA DO ´´MAIOR CASAMENTO DO ANO´´

Publicado em

em

Por

Anant Ambani, filho do homem mais rico da Índia, e a herdeira farmacêutica Radhika Merchant, deram início à sua cerimônia oficial do matrimônio nesta sexta-feira (12). O casamento dos dois acontece até domingo (14) e contará com diferentes tipos de eventos durante todo o final de semana. Para a sua produção, a noiva optou por um vestido com bordados a mão, além de joias de diamantes usadas por outros membros da família anteriormente.

As grifes publicaram a produção da noiva em seus perfis nas redes sociais, onde explicaram mais sobre a composição do look e joias.

Segundo Rhea Kapoor, as joias usadas por Radhika são compostas de pedras preciosas, como esmeralda e diamantes. Elas são herança de família, sua avó, mãe e irmã usaram eu seus devidos casamentos.

A roupa vem, primeiramente, de uma interpretação do “Panetar”, uma tradição das noivas se vestirem de vermelho e branco no casamento.

“O conjunto de corte Zardozi em marfim consiste em um ghagra (saia) em camadas com uma segunda peça destacável, um véu de cabeça de cinco metros e um ombro de tecido dupatta (espécie de lenço). O ghagra brilha com três bordas vermelhas”, descreve o perfil.

A publicação ainda revela os diferentes tecidos utilizados para a composição. “Seu acabamento é o melhor amálgama de Naqshi, Saadi e Zardozi, bordado simetricamente à mão em intrincadas botinhas florais ricamente decoradas com pedras, lantejoulas, tamba tikkis e um toque de Resham vermelho”.

A roupa é completada com uma dupatta de ombro vermelha totalmente bordada que eleva a silhueta com seu drama máximo”, descreve o perfil.

O casamento, descrito como o “maior do ano” na Índia, se tornou altamente popular nos últimos meses. Os eventos pré-cerimônia oficial trouxeram, inclusive, apresentações dos cantores Justin Bieber e Rihanna.

CNN BRASIL

Continue lendo

Geral

AVIÃO FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA APÓS MULHER MORDER COMISSÁRIO

Publicado em

em

Por

Uma confusão gerada pelo comportamento descontrolado de uma passageira levou pilotos de um voo nos Estados Unidos a realizar um pouso de emergência. A mulher chegou a morder um dos comissários de bordo e arrancar um pedaço da camisa dele com a boca.

O episódio ocorreu na última terça-feira (9), durante o voo 762 da United Airlines entre Miami e Newark. A briga se iniciou no final do corredor da aeronave e teria como motivo o uso do banheiro.

– Ela [a passageira] aparentemente atacou verbalmente e depois fisicamente uma família na parte de trás do avião depois de não poder ir ao banheiro em um momento – relatou um passageiro ao jornal Daily Mail.

– As crianças gritavam, mas não tão alto quanto ela… Lembro-me de quando costumava agir assim aos 2 ou 3 anos, quando não tomava sorvete – criticou.

Além de gritar, a mulher também desferiu socos contra outras pessoas, incluindo passageiros e tripulantes. Quando foi contida e teve as mãos atadas, ela mordeu o ombro de um comissário e rasgando parte do uniforme dele com os dentes.

Ainda contida pela equipe da aeronave, a passageira foi levada até um assento para aguardar o pouso de emergência. Neste momento, ela se limitou a ataques verbais.

– As pessoas estão me gravando. Não voem de United Airlines. Essas pessoas têm um problema de comportamento, elas não fazem seu maldito trabalho (…) Senhora velha. Com quem você está falando, senhora velha? Volte para a Rússia.

Cerca de uma hora após a decolagem, o avião pousou em Orlando. A mulher foi tirada da aeronave escoltada por policiais. A viagem somente foi retomada duas horas após a parada de emergência.

PLEO.NEWS

Continue lendo