Conecte-se conosco

Geral

GOVERNO INTENSIFICA MONITORAMENTO DA COVID-19 APÓS IDENTIFICAÇÃO DE DUAS SUBVARIANTES COM ALTA POSSIBILIDADE DE TRANSMISSÃO

Publicado em

em

O Gabinete de Crise, que trata da covid-19, demonstrou preocupação após a identificação de duas subvariantes do coronavírus com alta possibilidade de transmissão, a BQ.1 e BE.9, mas não verificou necessidade de emitir avisos ou alertas. O Grupo de Trabalho, coordenado pelo governador Ranolfo Vieira Júnior, se reuniu na tarde desta quarta-feira (23/11).

Conforme dados da Secretaria Estadual da Saúde (SES), os números de casos positivos, acumulados em sete dias, triplicaram no RS, passando de um pouco mais de 1 mil, no início de novembro, para os atuais 4,6 mil. As internações clínicas aumentaram de 78 para 181, e nas UTIs a elevação de internações foi menor, de 20 para 36 casos. Os óbitos não apresentam elevação significativa.

“O momento é de atenção, visto que os casos confirmados triplicaram e os internados em leitos clínicos com covid mais do que dobraram no último mês. Entretanto, não foram emitidos avisos porque que os números ainda se mostram aquém de outros momentos da pandemia. Se replicarmos as taxas de internações de outros países que tiveram a incidência da BQ.1, não veremos picos semelhantes ao que tivemos em 2020 e 2021. Mas manteremos o monitoramento caso a perspectiva se altere”, afirmou o diretor do Departamento de Economia e Estatística (DEE) da Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG), Pedro Zuanazzi.

As recomendações das autoridades sanitárias são de estar em dia com a vacina e manter os cuidados e medidas não-farmacológicas, como uso de máscara em caso de sintomas gripais, álcool gel para higienizar as mãos, entre outros. “Vamos seguir divulgando a necessidade de se estar com o ciclo vacinal completo para combater a covid-19. Essa é a principal medida para reduzir as contaminações e efeitos da pandemia”, ressaltou a secretária adjunta da SES, Ana Costa.

Em razão das novas subvariantes e do aumento de casos no país, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidiu pela obrigatoriedade do uso de máscaras em aeroportos e aviões. O governo do RS, por meio da SES, emitirá uma nota técnica sobre o assunto.

-In Foco RS

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

MOTORISTA DE APLICATIVO É MORTA A FACADAS DURANTE TENTATIVA DE ASSALTO EM FORTALEZA

Publicado em

em

Samira Albino Ribeiro, de 32 anos, foi atacada quando parou em um semáforo na Avenida Raul Barbosa.

Uma motorista de aplicativo de 32 anos morreu atingida por golpes de faca em uma tentativa de assalto no Bairro Aerolândia, em Fortaleza, na noite desta quarta-feira (30). Samira Albino Ribeiro chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos.

Conforme um familiar de Samira, que não quer ser identificado, a jovem realizava uma corrida e, ao parar no semáforo na Avenida Raul Barbosa, foi abordada por dois homens, que pediram seu celular. Ao informar que não tinha aparelho de telefone, ela foi atingida por golpes de faca no tórax.

Mesmo ferida, a motorista dirigiu até um posto de combustíveis às margens da BR-116, onde pediu ajuda.

“Os passageiros que estavam no carro com ela entraram em contato com a família e acionaram uma ambulância”, disse o familiar.

Samira foi socorrida para o Instituto Doutor José Frota (IJF), no Centro, mas não resistiu aos ferimentos.

Ainda segundo o parente, a jovem era contadora, mas trabalhava como motorista de aplicativo no período da noite, para complementar a renda.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública afirmou que Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa da Polícia Civil vai investigar o caso.

Até a manhã desta quinta-feira, ninguém havia sido preso.

-Portal Tchê

Continue lendo

Geral

MÉDICO CATARINENSE É O MOTOCICLISTA QUE MORREU EM ACIDENTE NA BR 285

Publicado em

em

Um médico cardiologista morreu em um grave acidente de trânsito na BR 285, em Passo Fundo, na tarde desta quinta-feira, 01. O fato aconteceu nas proximidades do aeroclube.

Rodrigo Mozzaquatro, de Videira/SC, transitava com sua motocicleta BMW no sentido Carazinho/Passo Fundo, quando foi surpreendido por uma pick-up Corsa que estava ultrapassando e seguia no sentido contrário.

Houve uma colisão frontal.

Com o impacto da batida, o condutor da motocicleta morreu no local. O motorista do veículo de passeio ficou preso às ferragens.

Bombeiros e SAMU de Passo Fundo atenderam a ocorrência.

O local foi isolado pela Polícia Rodoviária Federal.

Rodrigo atuava na medicina há mais de três décadas em Videira/SC.Ele era diretor do Hospital Santa Maria.

Ele fazia parte de um grupo de motociclista e estava voltando de uma viagem da Argentina. Junto com os amigos, Rodrigo iria fazer uma parada em Passo Fundo para almoço. O homem deixa um filho, também médico.

-Rádio Uirapuru

Continue lendo

Geral

POLÍCIA INVESTIGA ESQUEMA DE CORRUPÇÃO EM LICITAÇÕES PARA COMPRA DE ALIMENTOS FORNECIDOS A CASAS PRISIONAIS NO RS

Publicado em

em

A Polícia Civil cumpre, na manhã desta quinta-feira (1º), cinco mandados de busca e apreensão em São Lourenço do Sul, no Sul do Rio Grande do Sul, dentro de uma investigação que apura um esquema de corrupção em licitações para compra de alimentos fornecidos a casas prisionais no Rio Grande do Sul.

De acordo com o delegado Otto Ritter, do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), os alvos são sedes de empresas e residências de empresários suspeitos de envolvimento no crime. Houve a apreensão de documentos, celulares, computadores e a prisão de uma pessoa por porte ilegal de arma de fogo.

“Empresas teriam agido mediante conluio, no intuito de formar ‘grupo econômico’ voltado a fraudar o caráter competitivo em pelo menos cinco pregões eletrônicos e manter, com isso, o maior número de objetos contratados junto ao mesmo núcleo empresarial”, explica Ritter.

Na prática, proprietários de duas empresas combinavam previamente valores a serem oferecidos na concorrência pública do serviço, o que configura fraude. Além disso, os valores eram sempre abaixo do de mercado, o que garantia a vitória e impedia contratação de outras empresas. Apesar disso, o esquema causou prejuízo aos cofres públicos – o valor não foi divulgado pela polícia.

A suspeita recai sobre cinco licitações que ocorreram em 2019 e outras quatro a partir desse ano. O esquema foi descoberto pela Secretaria de Estado de Planejamento, Governança e Gestão.

-G1 RS

Continue lendo